domingo, 4 de novembro de 2007

Quem sou eu?!

Quem sou eu?! Quem sou eu?! Não sei! Sei apenas o que dizem que sou.
Não sei quem sou e não sei se quero saber. Hoje estou triste mas, amanhã posso dar pulos de alegria.
Sei que, sem saber quem sou, sou EU... Sou um eu conhecido e desconhecido ao mesmo tempo. Sei o que sou, sei o nome que me foi atribuido, sei o que faço por ser o que sou, mas não sei QUEM sou!
Penso, ás vezes, se chego a ser algo, realmente.
Ser, o principal verbo da língua portuguesa, significa, não apenas isso mas, também, a própria vida e a essência do próprio "ser", cuja minha, eu desconheço.
O desconhecimento do meu próprio eu, torna-me conhecida e desconhecida de mim própria.
Não sei se existo e, se existo, não sei qual a razão da minha existência!

Sem comentários:

Enviar um comentário