sábado, 17 de abril de 2010

Não entendo...

Cheguei, a esta terra quase desconhecida. Desamparada... Entrei num mundo novo em que toda a gente já se conhecia e eu era a intrusa. Senti-me (e sinto-me) a mais muitas vezes. Estava afogada pela solidão e havia a saudade que só piorava as coisas. Continuam a acompanhar-me dia após dia..de formas diferentes a cada dia que passa...
Tu apareceste. Tu estiveste lá quando eu mais precisei. Falaste comigo, fizeste com que me sentisse melhor. Permito-me até dizer que cuidaste de mim. Mas tudo começou a mudar...Não sei bem quando nem como. Só sei que a situação está diferente agora. A ligação inicial que houve deixou de existir. A distância que há agora entre nós ultrapassa largamente essa impatia.
Será que a culpa é minha?? Não sei... Mas queria entender.
Eu sei que fiz alguns disparates (que não vou referir aqui). Desculpa, sabes que não foi por mal.
Queria tanto ter a tua amizade de novo, tal como era. Queria muito que o tempo voltasse atrás para poder talvez corrigir algumas coisas. Está a tornar-se tão complicado comunicar contigo. Muito complicado mesmo. Sinto-me mal. Preciso de ti, preciso da tua amizade. É apenas isso que eu quero. Nada mais.
Gostava que entendesses porque tantas vezes te pergunto se aconteceu alguma coisa..porque digo que andas estranho e distante.. É o que sinto e, por mais que me esforce, não consigo mudar isto..não consigo chegar a ti. Decidi então escrever-te. Estou triste e isso é notado por algumas pessoas. Vejo-te todos os dias mas tenho saudades tuas. Imaginas o quanto isto me faz sofrer?
Explica-me o que se passa, por favor.
Não consigo agir como se nada se passasse. Não consigo erguer a cabeça e continuar a minha vida da mesma forma porque não sou forte o suficiente para tal. Não consigo deixar de pensar nisto porque está a transtornar-me e a deixar-me frágil.
Se estou errada em algo que disse peço desde já desculpa e peço-te, também, que me digas onde errei.
Gosto de ti o suficiente para me preocupar contigo e pensar todos os dias no que está a acontecer. Sabes que sou assim.
Enfim...quero-te de volta.
Adoro-te JCRC

3 comentários:

  1. olha linda, eu não sei ao que te referes quando dizes que estou estranho ou assim...continuo a ser eu mesmo, a ser aquela pessoa que se preocupa com os amigos, mas se calhar não o tenho demonstrando tanto, mas apesar disso preocupo-me ctg e sabes k podes sempre contar cmg..beijo

    ResponderEliminar
  2. Oh rapariga, sentes-te a mais por alminha de quem??? Nao sejas tola!
    É normal quando chegamos a um sitio onde as pessoas ja se conheçem todas estranhar um pouco e sentirmo-nos a mais...mas ja passou muito tempo depois disso e hoje em dia todos nos conhecemos uns aos outros. Uns mais, outros menos...com mais empatia com uns do que com outros...mas isso é normal. Nao somos todos iguais, e ainda bem!
    Mas ninguem te tem excluido de nada nem algo do genero...pelo menos falo por mim...
    Anima-te miuda! Ninguem está aqui para te querer mal...somso todos amigos ora! É sempre no bombo! =)

    Em relação ao moço...será que sei de quem falas? Sinceramente nao sei se sei...essas iniciais nao me sao estranhas, mas ao mesmo tempo confundem-me xP
    Mas sabes, o tempo cura tudo. se relamente gostas desse rapaz e se ele é realmente tue amigo vais ver que tudo se irá resolver e vai voltar tudo ao que era antes.

    Bjinhos*****
    Pensamento positivo =)

    ResponderEliminar
  3. But the music it's nice right?! eheh Let's see if she really have talent for this...

    You stupid, you know I saw him, you were with me!!! Remember??? We were on the concert of Quim and then we went to CONA and I found him in the middle of the people and I was talking with him for a minute...but you guys keeped going... You don't remember that???
    THIS last wednesday I didn't saw him, that's because I'm freaking out =(
    Oh, sorry =( but we talked with the people that normally use to go...I'm sorry honey =/

    xo***

    ResponderEliminar