terça-feira, 12 de março de 2013

Uma questão de semântica

- Gosto de ti, mas não te amo - concluiu ele. - Mas o amor só atrapalha - acrescentou.
Ela foi à casa de banho buscar a escova de dentes e os cremes. Tirou do armário a roupa que tinha levado para casa dele, enfiou tudo na mala que estava há três meses debaixo da cama e, muda, dirigiu-se para a porta. Ele seguiu-a, perplexo.
- Amo-te, mas não gosto de ti - respondeu ela, entregando-lhe a chave de casa.

Tânia Ganho
  



16 comentários:

  1. é bem pior quando se ama se gostar. fuck logic.

    ResponderEliminar
  2. Ainda à pouco tempo tive esse diálogo quase quase igual com alguém e custou tanto.. *

    ResponderEliminar
  3. Olá, queria-te pedir que pusesses "Gosto" aqui:

    https://www.facebook.com/festivalsecundario2012/posts/500633693307159?comment_id=5247343&notif_t=share_reply

    Se ganharmos, eu e uns amigos ficamos com bilhetes para o festival secundário em Gouveia! Obrigada :)

    ResponderEliminar
  4. é mesmo, por vezes as pessoas têm atitudes que não entendemos :/

    ResponderEliminar
  5. ele acabou com a namorada para aí à uma semana, e não tem falado de ninguém e sempre que eu falo de alguma amiga minha que possa estar interessado nele ele passasse. andam aí a dizer que ele gosta de uma rapariga e ele passasse com isso.

    ResponderEliminar
  6. sim, mais vale nem entendermos, é o melhor

    ResponderEliminar
  7. ter esse diálogo com alguém é horrível, sei bem o que digo :|

    ResponderEliminar
  8. Mesmo amando ás vezes não chega então sem amar...

    Bom blog ;)

    http://euacreditoproject.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. "Amo-te, mas já não gosto de ti" Essa frase faz mesmo muito sentido, pelo menos para mim.

    ResponderEliminar
  10. Sim :) E também adorei este texto, foste tu que inventas-te ou tiras-te de algum sitio? (:

    ResponderEliminar
  11. Tenho de começar a estar mais atenta! xD

    ResponderEliminar