sexta-feira, 7 de março de 2014

Quero-te...

Queria ter-te, mas não te tenho.
Tenho medo de te ter... Tenho medo que me queiras ter também...
Queria ter-te aqui, agora.
Sentir o toque terno e meigo da tua mão a passear nos meus cabelos. Sentir os teus dedos entrelaçados nos meus...
Sentir o teu abraço, o teu corpo junto ao meu, envolvidos num escudo invisível que nos separasse de tudo o que existe para além de nós, para além de tudo.
Queria poder ouvir as tuas palavras sussurradas no meu ouvido, ouvir o teu riso que faz com que o meu aconteça também.
Gostava de correr mundo só contigo. Que me levasses daqui e víssemos juntos tudo o que por aí há para ver. Que mais nada nem ninguém importasse a não ser nós.
Mas, depois de pensar nisto tudo, volto ao mundo real e percebo que estás tão distante como sempre estiveste e que eu estou confusa...
Continuo a querer ter-te aqui, mas não sei de que forma... não consigo perceber como te quero...
Só peço que não me deixes, porque eu preciso de ti!

[Apenas um pequeno desabafo...]



11 comentários:

  1. Entendo-te, se precisares estou aqui!
    R: Deixa lá, fica para uma próxima :D

    ResponderEliminar
  2. Então queres, luta por isso. Não fujas :)

    ResponderEliminar
  3. Isso é fofo. Espero que ele não te deixe.

    ResponderEliminar
  4. Apesar de não saber exactamente do que é que estou a falar, porque é que não lutas por ter aquilo que queres? Arrisca, penso que não perdes nada :) Vence a timidez (se for esse o caso) e confia em ti mesma. Força!

    http://miscelaneathesecond.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. R: Já tinha saudades de falar contigo!

    ResponderEliminar